Constância de Propósito. Sustentação de qualquer iniciativa!

Olá pessoal!

Um dos Gurus da qualidade, fundadores de vários conceitos que hoje temos na modernidade e que funcionam em empresas que alcançaram o estado da arte em qualidade, Edward Deming, idolatrado no Japão, país que deu contribuição significativa no pós guerra, dizia já em um de seus 14 pontos: “Constância de propósito”. Como? Isso mesmo: constância de propósito e ponto final. Simples assim, assertivo, direto!

Algo tão antigo e que muitas organizações ignoram. Na verdade muitos gestores ignoram. Constância de propósito significa foco e foco proveniente do processo de liderança. Uma vez que se tem um programa, uma estratégia, uma direção, siga até o fim, não importa o que aconteça no meio.

Porém, hoje o ambiente é muito dinâmico e o propósito é algo que não é centrado na cultura da organização, no seu sistema, mas sim geralmente nas mãos de 1 ou pouquíssimas pessoas. Sendo assim, as pessoas se vão e o propósito se vai junto.

Quantos de nós não vimos isso. Diretores, gerentes, entram na empresa, criam um determinado programa, uma filosofia, uma estratégia, comunicam e em alguns anos vão embora, levando este propósito junto e então novo ciclo se inicia na organização, tudo novamente… Exemplo: A empresa XPTO recebe novo presidente e traz consigo enraizado a cultura Lean Manufacturing. Este é o driver, a direção, e então comunica toda organização, todos os níveis, investe pesado em treinamentos, iniciam-se os primeiros projetos e inclusive faz bons resultados. Tudo gira em torno do Lean. Até que 4 anos depois este presidente deixa a empresa e o programa esfria… por que? Por que o propósito estava na pessoa, no presidente, não se trabalhou a cultura, mas sim projetos isoladamente. E então novo presidente entra onde agora o propósito é o sistema TPM, e todo ciclo se inicia novamente…

Acredito que muitos já viram este filme e na verdade parece mesmo um longa metragem.

Como vimos há o propósito mas não há a constância. Logo, se percebe que a constância trabalha o longo prazo, forma líderes, e foca muito mais mudança de postura na liderança do que resultados imediatistas de projetos isolados. Num ambiente como o trabalhado por Deming foi isso que aconteceu, foi uma jornada de anos, formando e mudando pessoas e não processos. Ferramentas e programas muito bem comunicados, e liderança pelo exemplo, postura. E assim que o país se reconstruiu… e mais, a cultura ficou, mesmo quando Deming não estava mais.

Logo, não importa a filosofia ou ferramenta que queira trabalhar ou implementar na sua empresa. Pode ser Lean Manufacturing, pode ser Six Sigma ou mesmo TPM. Pode ser via Gestão de Mudança, pode ser via Análise e Engenharia de Valor ou então TOC (Teoria das Restrições)… todos são métodos, filosofias comprovadas, funcionam… trazem bons fundamentos, mas o mais importante é fazer a mudança centrada nas pessoas e não nos processos. Lógico, no Séc. XXI, todas empresas cobram resultados e há de se trazer benefícios no curtíssimo prazo. Mas trabalhar a liderança para o futuro, trabalhando atitudes e gestão pelo exemplo é trabalhar a cultura, é ter a constância de propósito, é o mais difícil, mas o resultado vale a pena.

Infelizmente temos visto centenas de empresas onde o propósito real é a política. Este sim perdura muito… São pessoas focando a superfície do Iceberg, enquanto os verdadeiros problemas e ineficiências se mantêm intocáveis… Decisões necessárias, são postergadas, é o elefante branco passando e ninguém atua. Não é tão diferente o que estamos vendo em nossos governantes… No fundo é a direção muito mais centrada em política do que benefícios reais para empresa ou organização. Vimos muitas atitudes que jamais seriam feitas se fosse mexer no bolso da pessoa que toma decisão. Infelizmente, está cheio disso e é o que nos mantêm longe de culturas e trabalhos de primeiro mundo. Não que em países de primeira não se tenha a famosa e velha política, todo lugar tem, mas não tão acentuada como temos visto. Os custos invisíveis da policagem é enorme, não tenho menor dúvida disso.

Desejo que se for implementar melhoria contínua, mudanças em sua empresa, em seu negócio, que tenha constância de propósito, que siga até o fim, independente de cenário econômico, das dificuldades e principalmente das pessoas que passam. Aliás, trabalhe a cultura, trabalhes as pessoas e com constância, dia a dia, o resultado certamente virá.

Desejo sucesso pra você!

Abraços!

Alexandre Ávila